Itaú reduz taxa de juros e amplia crédito para até 90% do valor do imóvel

0

O Itaú reduziu ainda mais sua taxa de juros, que caiu de 7,3%a.a. para 6,9%a.a. mais TR (Taxa Referencial), que continua zerada. Em contrapartida, a porcentagem de financiamento do imóvel subiu de 82% para 90%.

Taxa fixa de 3,99%a.a.+ poupança

 O banco lançou ainda duas novas linhas de crédito imobiliário. Uma delas, corrigida pela poupança, oferece atualmente uma taxa de 5,39% ao ano – taxa fixa de 3,99%a.a. + 1,4%a.a. de rendimento da caderneta de poupança.

 Imóvel financiado como garantia

 A outra novidade é a possibilidade de tomar crédito utilizando como garantia um imóvel ainda financiado, sem realizar a quitação. Nesta linha também pode ser financiado até 90% do valor do imóvel.

 Já a taxa de juros do empréstimo é igual à taxa do financiamento feito pelo cliente do banco e o valor do crédito pode chegar ao saldo residual. O banco Itaú disponibilizou R$12 bilhões para esta modalidade.

 Mercado imobiliário aquecido

 Diante do atual cenário, os bancos têm oferecido taxas cada vez mais atrativas, impulsionando o mercado imobiliário, que segue a todo vapor com muitos lançamentos. 

Para conferir os lançamentos e imóveis prontos da Tibério, basta acessar este link e fazer sua busca por região e número de dormitórios. 

A hora de comprar um imóvel é agora 

Com essas taxas de juros, hoje fazer um crédito imobiliário pode ser de 20 a 30% mais barato que há alguns anos. Por isso, comprar um imóvel tornou-se a melhor alternativa tanto para quem deseja sair do aluguel como para investidores, visto que o rendimento das aplicações está em queda.

Leia também: 

5 Motivos para comprar um imóvel na pandemia

Como um imóvel pode gerar rendimentos para você e sua família

Taxa Selic cai novamente e atinge 2% ao ano

Pandemia cria novas necessidades e valoriza mercado residencial

Sobre o autor

Avatar

Desde 1964 construindo uma trajetória de qualidade e solidez.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: