Conheça os tipos de piso mais indicados para o apartamento

5

Escolher o tipo de piso para apartamento não é uma tarefa muito simples, existem vários modelos no mercado, cada um com diferentes funções e aparências diversas. A escolha vai depender do seu gosto e como você irá combiná-los.

Para você não ter problemas na hora de escolher o piso ideal para seu imóvel, veja agora algumas dicas.

Madeira Cumaru

A madeira é um material de ótima qualidade e resistência para os apartamentos, além de ser prática no momento de limpar.

Entre os tipos indicados de piso para apartamento, a Madeira Cumaru é uma excelente opção. Originalmente brasileira, ela oferece diversas vantagens, começando pelo preço e facilidade de encontrar no mercado.

Além disso, a Madeira Cumaru é muito versátil, podendo ser aplicada em forma de assoalho, piso pronto, laminado e vinílico.

Taco

O piso de taco é um dos mais tradicionais do mercado. Uma de suas vantagens é a resistência, que possibilita um maior tempo de vida útil do material. Além disso, seu visual traz uniformidade e charme ao ambiente.

Piso Vinílico

O piso para apartamento vinílico é muito requisitado. Sua instalação é prática, rápida, além de ser uma das alternativas mais acessíveis entre os pisos de madeira.

Esse modelo é feito com materiais recicláveis, a partir de PVC, o que o torna uma opção sustentável para quem pretende substituir os pisos de madeira.

As principais características do piso vinílico são sua resistência, alta durabilidade e fácil manutenção, visto que um pano úmido já é o suficiente para limpar. Ele é indicado para cômodos que tenham contato com água, como o banheiro, a área de serviço e a cozinha.

Cimento queimado

É um dos tipos de piso mais modernos usados atualmente. Ele serve perfeitamente de base para um ambiente de estar em estilo industrial, trazendo em seu tom cinza uma aparência mais clean.

Apresenta boa resistência se aplicar uma resina específica sobre o cimento ainda fresco. É ideal para obras rápidas, mas deve ser escolhido cautelosamente, pois esse tipo de piso pode ficar estranho se aplicá-lo em cômodos que não combinem com o material.

Piso Laminado

O piso laminado é uma alternativa acessível em comparação com os de madeira convencional, pois é feito com base HDF, que são micropartículas de madeira.

A única ressalva é que esse piso não deve ter muito contato com o sol ou a água, que podem danificar o material. Também não é indicado para quem possui animal de estimação.

Foto do decorado do Felice Vila Formosa

Foto do decorado do Felice Vila Formosa

Carpete

Surgiu como uma variação dos tapetes, contemplando todo o ambiente. Suas vantagens abrangem a absorção do som, a composição antiderrapante e a sensação de aconchego que ele transmite. Podem ser feitos de lã, poliéster e outros materiais.

Contudo, o carpete não é indicado para pessoas alérgicas, devido ao acúmulo de pó que pode ocorrer, e também não é recomendado para quem tem animais de estimação. A limpeza deve ser feita com aspirador de pó e um pano úmido não muito encharcado, pois o material absorve a água e pode criar mofo

Camada 1

Fonte: Pinterest

Ladrilho hidráulico

Esse acabamento é ideal para construir uma decoração estilo retrô, pois compõe um ambiente colorido e despojado. Está disponível em diversas estampas, cores e desenhos como florais, psicodélicos, entre outros.

Camada 2

Fonte: Pinterest

Granito

O granito, muito usado em pisos de cozinhas e banheiros, é um material natural cujos destaques são sua resistência e durabilidade. O preço elevado compensa por conta da facilidade para limpar, pois depende apenas de água e produtos para higienização.

Existem vários tipos de granito, diferentes formatos, cores e desenhos – variedade que facilita o seu uso nos cômodos. Esse material pode ser instalado em ambientes frios, como cozinha e banheiro e também em locais mais aconchegantes, como a sala de estar.

banheiro-piso

Fonte: Pinterest

Mármore

É talvez o que possui o preço mais elevado entre os pisos aqui citados, porém basta dar uma olhada para ver sua capacidade de aprimorar o ambiente e sofisticar a decoração.

Possui uma grande variedade de cores e formatos e seus traços combinam muito bem com espaços como living, cozinha e banheiro. Mas vale lembrar que nas áreas molhadas o melhor a  fazer é usar o mármore em sua forma bruta, para que o material não fique escorregadio quando entrar em contato com a água.

Conheça o site da Tibério!

Sobre o autor

Avatar

Desde 1964 construindo uma trajetória de qualidade e solidez.

5 Comentários

    • Avatar
      Tibério Construtora on

      Olá Débora! Dentre os pisos de madeira, o mais acessível é o laminado. Em seguida vem o vinílico e depois o laminado com absorção acústica.

  1. Avatar
    Tadeu dos Santos on

    Salve. Gostei das dicas. Parabéns pelo trabalho. Resido em São Paulo, Cidade Tiradentes, zona leste, em ponto alto. Estou a caminho dos 64 anos, moro no térreo, apartamento retangular 36mts2 construído em blocos de cimento 14cm, paredes medem 2,40 altura. Estou pesquisando informações para revestir as paredes do quarto (300×240+240×160) e da sala (600x240E+440x240D) com madeira. Incluindo o piso 600×240+300×240) em ambos. Por questões estéticas, mas também térmicas e de saúde. Incluindo problemas com mofo em ambos os cômodos. A área é úmida. As janelas são basculantes, de alumínio, com bandeira ventilada, 100×80. O motivo do revestimento deve-se a temperatura no outono-inverno beirar o freezer e na primavera-verão vira forno. Por ser marinheiro de primeira viagem na matéria, aceito e agradeço sugestões de material e recomendações preventivas para mofo, cupins e correlatos. No aguardo, grato pela atenção. Tadeu

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: