Entenda a importância de fazer a pintura da fachada

0

Você já parou para pensar por que é tão importante repintar a fachada do seu prédio?

Esse processo tem o mesmo efeito de uma capa que protege a infraestrutura e ao mesmo tempo ajuda a manter um visual esteticamente agradável – atrativo que valoriza o condomínio.

Para você entender melhor, veja abaixo o que deve ser levado em consideração na hora de fazer a manutenção.

Quando repintar a fachada do prédio?

Fatores como tempo, exposição ao sol e à poluição acabam desgastando a tinta, por isso recomenda-se que a repintura seja realizada a cada dois anos, evitando assim outros problemas como:

Infográfico - Repintura da Fachada | Tibério Construtora

Também é aconselhável retocar uma vez por ano com esmalte sintético as portas e portões – isso ajuda a conservá-las.

Como funciona o processo de manutenção?

O processo de manutenção da fachada requer cuidados especiais que são primordiais para garantir a impermeabilização correta da torre.

Lavagem

O primeiro passo é a lavagem. Nesse procedimento são usados jatos de baixa pressão, para não remover ou danificar materiais protetores da estrutura, e panos úmidos com produtos específicos.

  • Lavagem - Manutenção da Fachada | Tibério Construtora

Isso prolonga a vida útil da fachada e evita o surgimento de rachaduras e infiltrações.

Pintura e tipos de tinta

A principal função da pintura é a de impermeabilizar a estrutura, por isso necessita de atenção especial.

O tipo de tinta mais utilizado é o acrílico com textura feita em rolos especiais, pois oferecem maior resistência e durabilidade.

Neste momento, é importante acompanhar tudo de perto, seja você morador, síndico ou zelador, para ter certeza que o cronograma é seguido corretamente.

Quem é responsável pelos reparos?

A manutenção, quando realizada em ambientes de uso coletivo (hall, portaria, garagem e fachada), é responsabilidade da gestão do condomínio e não deve ser feita por proprietários ou inquilinos, mas pode e deve ser cobrada do síndico ou da administradora. 

Além disso, para a segurança de todos os moradores, esse serviço só pode ser executado por profissionais especializados.

Toda alteração predial tem que passar por votação em Assembleia e deve estar relatada no planejamento e no cronograma feito com base no Manual de Operação, Uso e Manutenção das Edificações entregue pela construtora responsável.

Quer saber mais? Você pode acessar o seu Manual do Proprietário ou falar com Síndico e solicitar o Manual do Síndico.

Sobre o autor

Avatar

Desde 1964 construindo uma trajetória de qualidade e solidez.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: